ANÁLISE DE ESTRUTURA ÓSSEA ATRAVÉS DE MICROTOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA 3D

I. Lima, L. F. Oliveira, J. M. Alves

Resumo


Este trabalho apresenta uma análise da estrutura interna de amostras ósseas através da técnica de microtomografia computadorizada 3D (3D–μTC). A compreensão da estrutura óssea é particularmente importante quando relacionada ao diagnóstico de osteoporose, pois a mesma implica em uma deterioração da arquitetura do tecido ósseo com conseqüente aumento da fragilidade e susceptibilidade à fratura. Os ensaios foram realizados utilizando amostras ósseas de calcâneo humano e fêmur de rato Wistar, sendo que as microtomografias foram obtidas por meio de um sistema radiográfico, em tempo real, com um tubo de raios X microfocus. Com base nos princípios da estereologia, foram avaliados cinco parâmetros: a razão entre o volume de tecido ósseo e o volume total da amostra, o número de trabéculas existente na amostra, a razão entre a superfície óssea e o volume do osso, a espessura das trabéculas e a separação trabecular. As quantificações foram realizadas com o auxílio de um programa especialmente desenvolvido para este propósito no Laboratório de Instrumentação Nuclear (LIN) da COPPE - UFRJ. Este programa utiliza as reconstruções 3D como entrada e gera uma tabela de dados contendo as quantificações desejadas. Os resultados das quantificações dos parâmetros avaliados para a amostra de calcâneo humano são apresentados nas tabelas 1 e 2 e a sua visualização tridimensional está ilustrada na Figura 5. Para a amostra de fêmur de rato Wistar são apresentadas a reconstrução 2D e a visualização 3D nas Figuras 6 e 7, respectivamente. Os resultados obtidos mostram que a microtomografica 3D por raios X é uma técnica que pode ser potencialmente utilizada para análise de microestruturas ósseas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29384/rbfm.2009.v2.n1.p6-10

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Brasileira de Física Médica

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia