Ultrassonografia: Princípios Físicos e Controle da Qualidade

Ricardo Meurer Papaléo, Daniel Silva de Souza

Resumo


Neste artigo fazemos uma breve revisão da ultrassonografia na perspectiva da física médica. Iniciamos apresentando uma visão resumida dos princípios físicos mais fundamentais em imagens por ultrassom e alguns parâmetros importantes na aferição da qualidade de imagem e do desempenho geral dos ecógrafos que derivam desses princípios. Na segunda parte, apresentamos uma contextualização histórica do controle da qualidade (CQ) em ultrassonografia na prática profissional da física médica e as dificuldades associadas à falta de legislação governamental e à contínua evolução da tecnológica. Esforços para sistematizar e implementar protocolos de CQ para ultrassonografia no Brasil são feitos há mais de 20 anos. Porém, que nível de inserção nesse mercado tão amplo foi atingido pelos serviços e empresas de física médica desde então? Fazemos uma breve reflexão sobre essa questão a partir da experiência no estado do Rio Grande do Sul, buscando, ao final, extrapolar para o cenário nacional e avaliar as perspectivas futuras do CQ no mercado da física médica.


Palavras-chave


física médica; ultrassonografia; radiologia; controle da qualidade

Texto completo:

PDF

Referências


Bamber JC, Tristam M. Diagnostic Ultrasound. In: Webb S. (ed.). The physics of medical imaging. Bristol: Adam Hilger; 1988.

Cho ZH, Jones, JP, Singh M. Foundations of Medical Imaging. Nova York: Wiley; 1993.

Bushberg JT, Seibert JA, LeidHoldt Jr. EM, Boone JM. The essential physics of medical imaging. Filadélfia: Lippincott Williams & Wilkins; 2002.

Sigrist RMS, Liau J, El Kaffas A, Chammas MC, Willmann JK. Ultrasound Elastography: Review of Techniques and Clinical Applications, Theranostics. 2017;7(5):1303-29. https://doi.org/10.7150/thno.18650

Rolim MB. Implementação de um programa piloto de controle de qualidade para ultra-sonografia (Modo-B) no Hospital São Lucas da PUC- RS [monografia de conclusão de graduação]. Porto Alegre: Faculdade de Física, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; 2003.

Capaverde, AS, Pimentel J, Froner AP, da Silva AMM. Procedimentos de Controle da Qualidade em Equipamentos de Ultrassonografia modo Doppler. Rev Bras Fis Med. 2014;8(3):2-5. http://dx.doi.org/10.29384/ rbfm.2014.v8.n3.p2-5

Goodsitt MM, Carson PL, Witt S, Hykes DL, Kofler JM Jr.. Real-time B-mode ultrasound quality control test procedures. Report of AAPM Ultrasound Task Group No 1. Med Phys. 1998;25(8):1385-406. https://doi. org/10.1118/1.598404

American Institute of Ultrasound in Medicine. AIUM Quality Assurance Manual for Gray-Scale Ultrasound Scanners. AIUM Technical Standards Committee. Estados Unidos: AIUM; 1995.

National Council on Radiation Protection and Measurement. NCRP Report no 99: Quality Assurance for Diagnostic Imaging Equiment. Maryland: NRCP; 1988.

Monteiro Jr. JA. Protocolo de Ensaios para a Avaliação da Qualidade de Imagem de Equipamentos de Ultra-som Diagnóstico [dissertação]. Rio de Janeiro: Programa de Engenharia Biomédica, Universidade Federal do Rio de Janeiro; 1999.

Severo L. Aplicação e exeqüibilidade dos testes de verificação dos indicadores da qualidade da imagem de ultra-som modo-B recomendados pela Associação Americana de Físicos em Medicina (AAPM) [monografia de conclusão de graduação]. Porto Alegre: Faculdade de Física, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; 2000.

Severo LS, Lammoglia RS, Saito RH, Reis G, Furquim TAC, Costa PR, et al. Aplicação dos Testes de Verificação dos Indicadores da Qualidade de Equipamentos de Ultra-sonografia. Instituto de Eletrotécnica e Energia da USP.

Alvarenga AV, Machado JC, Pereira WCA. Implementação de protocolo para obtenção de parâmetros do feixe acústico de transdutores ultra-sônicos usados em medicina. Rev Bras Eng Biomed. 2001;17(3):151-63.

Zucatti GR. Proposta para implantação de um programa de controle de qualidade de imagem em equipamentos de ultra-som Modo-B [dissertação]. Campinas: Faculdade de Engenharia Elétrica e da Computação, Universidade Estadual de Campinas; 2003.

Poletto R. Método computadorizado de controle da qualidade em imagens por ultra-som [monografia de conclusão de graduação]. Porto Alegre: Faculdade de Física, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; 2006.

Thomaz R. Desenvolvimento de um Procedimento Operacional Padrão para o Controle da Qualidade em Ultra-Sonografia Convencional [monografia de conclusão de graduação]. Porto Alegre (RS): Faculdade de Física, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; 2008.

Pessôa AG. Avaliação dos equipamentos de ultrassonografia da região metropolitana do Recife [dissertação]. Recife: Departamento de Engenharia Nuclear, Universidade Federal de Pernambuco; 2009.

18. OliveiraLM,MaiaJM,GambaHR,GewehrPM,PereiraWCA.Avaliaçãoda qualidade de imagens de equipamentos de ultrassom modo-B. Rev Bras Eng Biomed. 2010;26(1):11-24. http://dx.doi.org/10.4322/rbeb.2012.077

Senra Filho AC,Rodrigues EP,Elias Junior J,Carneiro AAO.A computational tool as support in B-mode ultrasound diagnostic quality control. Rev Bras Eng Biomed. 2014;30(4):402-5. http://dx.doi.org/10.1590/1517-3151.0644

Cardoso FM, Alves AE. Implantação de um programa de controle de qualidade de imagem em equipamentos de ultrassom. In: Anais do 24., Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica; 2014. 2014. p. 2802-5.

Walker A, Olsson E, Wranne B, Ringqvist I, Ask P. Accuracy of spectral doppler flow and tissue velocity measurements in ultrasound systems. Ultrasound Med Biol. 2004;30(1):127-32. https://doi.org/10.1016/j. ultrasmedbio.2003.08.020

Thijssen JM, Weijers G, Korte CL. Objective performance testing and quality assurance of medical ultrasound equipment. Ultrasound Med Biol. 2007;33(3):460-71. https://doi.org/10.1016/j.ultrasmedbio.2006.09.006

Cournane S, Fagan A, Browne J. Review of ultrasound elastography quality control training test phantoms. Ultrasound. 2012;20(1-2):1-11. https://doi. org/10.1258/ult.2011.011033

Iraed W, Puchnick A, Bancovisky E, Betinni PR, Vedolin LM, Chammas MC. Verificação do sistema de reprodutibilidade de um sistema quantitativo de avaliação da qualidade de exames de ultrassonografia diagnóstica. Radiologia Bras. 2018;51(3):172-7. https://doi.org/10.1590/0100-3984.2017.0021

Brasil. Ministério da Saúde. Resolução RDC no 50. Regulamento Técnico para Planejamento, programação, elaboração e avaliação de projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde. Brasil: Ministério da Saúde; 2002.

Brasil. Ministério da Saúde. Resolução no 189. Regulamentação dos procedimentos de análise, avaliação e aprovação dos projetos físicos de estabelecimentos de saúde. Brasil: Ministério da Saúde; 2003.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução no 40. Requisitos do regime de cadastro para o controle sanitário dos produtos médicos. Brasil: Agência Nacional de Vigilância Sanitária; 2015.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução no 444. Requisitos para garantir a segurança e qualidade dos equipamentos eletromédicos de médio e alto risco à saúde de seus usuários. Brasil: Agência Nacional de Vigilância Sanitária; 1999.

Santos COH. A História da Ultrassonografia no Brasil. Brasil: Sociedade Brasileira de Ultrassonografia (SBUS); 2012. 98 p.

Cadastro Nacional de Estabelecimentos em Saúde. Censo 2013 [Internet]. Cadastro Nacional de Estabelecimentos em Saúde; 2013 [acessado em 20 jan. 2019]. Disponível em: http://cnes.datasus.gov.br/

Programa de Acreditação em Diagnóstico por Imagem. Norma PADI, Versão 4.0 61 p. Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR); 2019.

Colégio Brasileiro de Radiologia. Selos CBR [Internet]. [acessado em 20 jan. 2019]. Disponível em: https://cbr.org.br/selos-cbr/

Organização Nacional de Acreditação. A ONA [Internet]. Organização Nacional de Acreditação. [acessado em 20 jan. 2019]. Disponível em: https://www.ona.org.br/Pagina/20/A-ONA.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Consulta pública 581/2018 [Internet]. Brasil: Agência Nacional de Vigilância Sanitária; 2018 [acessado em 25 jan. 2019]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/consultas- publicas#/visualizar/387925




DOI: http://dx.doi.org/10.29384/rbfm.2019.v13.n1.p14-23

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Física Médica



Revista Brasileira de Física Médica - RBFM

ISSN: 1984-9001

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia