Análise crítica do posicionamento de um sistema de monitoramento de acelerador Cíclotron

Julia A. Gonzalez, Bruno M. Pássaro, Maria Inês C. C. Guimarães, Carlos A. Buchpiguel, Heber S. Videira

Resumo


Desde que surgiram as primeiras preocupações com a possibilidade de as radiações ionizantes induzirem detrimentos à saúde humana, apareceram os métodos de produção, caracterização e medição da radiação, bem como de definição de grandezas que expressassem com realismo a sua interação com o tecido humano. A partir dessa questão, o programa de monitoração da instalação de um cíclotron deve ser realizado continuamente, além de conter os pontos críticos de contaminação de acordo com a norma CNEN N.E. 3.02 - Serviço de Radioproteção, para evitar as contaminações radioativas e manter as taxas de exposição tão baixas quanto razoavelmente exequíveis. Os resultados obtidos durante as análises mostraram que o posicionamento dos monitores é adequado, exceto os monitores do laboratório de controle físico-químico que foram instalados ao lado da capela de manipulação e embaixo do calibrador de dose. A leitura obtida no sistema de monitoração na posição em que se encontra a câmara de ionização da porta do bunker deve ser levada em consideração, pois a intensidade da radiação emitida pela ativação dos alvos é ligeiramente atenuada pelo cíclotron.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29384/rbfm.2012.v6.n2.p77-78

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Brasileira de Física Médica

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia