Estudo da redução nos limites de detecção de detectores de traços utilizados na medida da taxa de reação 10B(n,α) 7 Li através de experimentos de annealing e ataque químico

  • Herminiane L. Vasconcellos
  • Bárbara Smilgys
  • Vinicius A. Castro
  • Sandro Guedes

Resumo

A Terapia de Captura de Nêutrons pelo Boro (BNCT do inglês Boron Neutron Capture Therapy) é um método experimental de radioterapia para tratamento de câncer. É baseada na taxa de reação 10B(n,a)7 Li que pode ser medida através de detectores de traços, capazes de registrar eventos que incidem sobre estes. Com este registro, é possível determinar o número de partículas alfa e núcleos de Lítio-7 de recuo, produtos da reação e, em última etapa, a qual dose de radiação um paciente será exposto. Neste trabalho foram caracterizados os detectores PADC, irradiados no reator IEA-R1 IPEN/CNEN a fim de avaliar a contribuição da reação 10B(n,a)7 Li e prótons provenientes de reações de espalhamento de nêutrons rápidos com os elementos que compõe o tecido. Com o objetivo de reduzir esse fundo proveniente dos prótons, os detectores foram submetidos a experimentos de aquecimento a 80° C entre 0 e 100 horas. Isso foi feito com o intuito de restaurar parcialmente a estrutura modificada do detector, causando redução nas dimensões e na densidade de traços, efeito conhecido como annealing. Para visualização dos traços em microscópio, foram feitos três ataques químicos de hidróxido de sódio (NaOH) por 30, 60 e 90 minutos. Constatou-se a redução na densidade de traços alcançando um plateau para tempo de aquecimento de 50 horas. Com o ataque químico PEW, em detectores que não foram aquecidos, mostrou-se o mais eficaz na redução de 87% da densidade de traços.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Vasconcellos, H. L., Smilgys, B., Castro, V. A., & Guedes, S. (2015). Estudo da redução nos limites de detecção de detectores de traços utilizados na medida da taxa de reação 10B(n,α) 7 Li através de experimentos de annealing e ataque químico. Revista Brasileira De Física Médica, 7(2), 117-120. https://doi.org/10.29384/rbfm.2013.v7.n2.p117-120
Seção
Artigo Original