Dose em exames de crânio e tórax de Tomografia Computadorizada Pediátrica: uma Revisão Bibliográfica

  • Bárbara Quednau Friedrich Hospital São Lucas da PUCRS
  • Alexandre da Silva Capaverde
  • Stefania Vanni Hospital São Lucas da PUCRS
  • Carolina Fauth Storck Mazzola Hospital São Lucas da PUCRS
  • Ana Maria Marques da Silva Faculdade de Física da PUCRS

Resumo

O diagnóstico por imagem através da Tomografia Computadorizada (TC) é responsável por cerca de 34% da dose de radiação entregue à sociedade, sendo que no Brasil existem cerca de 3833 equipamentos. Na TC são definidos os descritores CTDIvol e DLP que representam o índice de dose em TC e o produto do CTDIvol pelo comprimento irradiado. Este trabalho tem como objetivo descrever os valores de CTDIvol e DLP para exames pediátricos de tórax e crânio. Este é um estudo exploratório do tipo revisão bibliográfica na base de dados PubMed, utilizando os termos indexados seguindo o seguinte cruzamento: Computed Tomography AND Reference Levels AND Dose. A busca foi limitada a estudos publicados nos últimos cinco anos, com pacientes de0 a 15 anos, em inglês ou português. Além disso, foram incluídos guias de referência sugeridos por órgãos governamentais e científicos nos últimos cinco anos. A análise de dados foi pelas quatro leituras de Gil: exploratória, seletiva, analítica e interpretativa. Pela Leitura Exploratória foram identificados 23 artigos. Na Leitura Seletiva excluiu-se 4 artigos e na Leitura Analítica 9 artigos. A Leitura Interpretativa foi realizada com 7 publicações. Em relação aos guias de referência, foram incluídos na revisão 3 guias. A Portaria MS453/98 foi incluída por ser a única publicação nacional vigente. Todos os dados foram categorizados entre valores de prática e valores de referência. Conclui-se que não há consenso entre os níveis de referência para os estudados selecionados, referente a exames pediátricos de TC. Além disso, a legislação nacional vigente não possui níveis de referência para TC pediátrico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Saeed, M.K. et. Al. Ragional Survey of image quality and radiation dose in computed tomography examinations in Saudi Arabia. Australas Phys Eng Sci Med. Austrália.2014.

DATASUS. Disponível em: <http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?cnes/cnv/equipobr.def> Acesso em 15/06/2015.

IAEA. Diagnostic Reference Levels in CT. Disponível em: https://rpop.iaea.org/RPOP/RPoP/Content/InformationFor/HealthProfessionals/1_Radiology/ComputedTomography/ diagnostic-reference-levels.htm>. Acesso em 15/06/2015.

Shah, N. B. and Platt, S. L. ALARA: is there a cause for alarm? Reducing radiation risks from computed tomography scanning in children. Curr. Opin. Pediatr. 20(3), 243–247 (2008).

Image Gently®: The Alliance for Radiation Safety in Pediatric Imaging [internet]. [cited 2013 Aug 11]. Available from http://www.pedrad.org/associations/5364/ig/; 2013.

Gil, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. Edition Atlas. São Paulo.2002.

Naumann, D. N. et al. Radiation exposure during pediatric emergency CT: time we took notice?. Journal of Pediatric Surgery. United kingdom. Vol. 49, 2014. p. 305-307

Santos, J. et al. The establishment of computed tomography diagnostic reference levels in Portugal. Radiation Protection Dosimetry. Portugal. Vol. 158, 2013. p. 307-317

Brady, Z. et al. Assessment of pediatric CT dose indicators for the purpose of optimization. The British Journal of Radiology. Vol. 85, 2012. p. 1488-1498

Kritsaneepaiboon, S. et al. Survey of pediatric MDCT radiation dose from university hospitals in Thailand: a preliminary for national dose survey. Acta Radiologica. Vol. 53, 2012. p. 820-826

Korir, G. K. et al. Patient doses using multidetector computed tomography scanners in Kenya. Radiation Protection Dosimetry. Vol. 151, 2012. p. 267-271.

Kharita, M. H. et al. Survey of patient dose in computed tomography in Syria 2009. Radiation Protection Dosimetry. Vol. 141, 2010. p. 149-161.

AMERICAN ASSOCIATION OF PHYSICISTS IN MEDICINE. Dose Check Guidelines Version 1.0. EUA, 2011.

AMERICAN COLLEGE OF RADIOLOGY. Practice Parameter for Diagnostic Reference Levels and Achievable Doses in Medical X-Ray Imaging. EUA, 2014.

NATIONAL RADIATION SAFETY COMMITTEE. Diagnostic Reference Levels in Europe. United Kingdom. 2010.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de Vigilância Sanitaria. Portaria nº 453, de 1 de Junho de 1998.

Publicado
2016-06-04
Como Citar
Friedrich, B. Q., Capaverde, A. da S., Vanni, S., Mazzola, C. F. S., & da Silva, A. M. M. (2016). Dose em exames de crânio e tórax de Tomografia Computadorizada Pediátrica: uma Revisão Bibliográfica. Revista Brasileira De Física Médica, 9(2), 10-13. https://doi.org/10.29384/rbfm.2015.v9.n2.p10-13
Seção
Artigo Original