Estudo da calibração indireta de medidores clínicos do produto kerma-área

José N. Almeida Jr, Márcia C. Silva, Ricardo A. Terini, Silvio B. Herdade, Marcio A. G. Pereira

Resumo


A grandeza produto kerma-área (PKA) independe da distância ao foco do tubo de raios X e pode ser usada na avaliação da dose efetiva em pacientes.
Medidores clínicos de PKA são usualmente calibrados no local, através da medição do kerma no ar com câmara de ionização e da avaliação da
área irradiada por meio de um filme radiográfico. O presente trabalho faz uma avaliação metrológica preliminar da calibração de um dispositivo
comercializado recentemente (PDC, Patient Dose Calibrator, Radcal), projetado para a calibração de medidores clínicos de PKA. São mostrados
também resultados obtidos com o PDC aplicado à calibração cruzada (indireta) de um medidor fixo de PKA de um equipamento clínico de radiologia.
Os resultados confirmam menor dependência energética do PDC em relação ao medidor clínico testado.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29384/rbfm.2010.v4.n3.p75-78

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Brasileira de Física Médica

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia