Avaliação de uma Metodologia de Radioterapia Adaptativa para Tratamentos de Cabeça e Pescoço com RapidArc®

Sarah Jessica Mazaro, Leonardo Peres da Silva, Herminiane Luiza Vasconcellos, Laura Emilia da Silva, Fernanda Martins Bastos, Alvaro Souto

Resumo


O câncer de cabeça e pescoço é considerado um problema de saúde pública em todo o mundo. As técnicas de intensidade modulada vêm mostrando beneficio nos tratamentos desses sítios, principalmente com relação à diminuição dos efeitos determinísticos de alguns órgãos de risco, como por exemplo, a parótida. As variações anatômicas nos casos de cabeça e pescoço durante o tratamento são bem significativas podendo levar, por exemplo, a uma sobredose nas parótidas. Isto pode ser amenizado fazendo-se uso da radioterapia adaptativa. O trabalho visa analisar uma metodologia de refazer os planejamentos dos tratamentos através de 02 aquisições extras de TC. Os resultados mostraram que, devido a uma redução nos volumes das parótidas, as doses entregues a esses órgãos são subestimadas, o que torna relevante a readapatação do tratamento, com acréscimo de apenas uma segunda tomografia por volta da décima primeira aplicação, sem a necessidade da terceira.

Palavras-chave: radioterapia adaptativa; cabeça e pescoço; VMAT.


Texto completo:

PDF

Referências


Instituto Nacional de Câncer José de Alencar Gomes da Silva. Estimativas 2014 – Incidência de Câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA, 2014.

Vanetti E, Clivio A, Nicolini G, Fogliata a, et al. Volu Volumetric modulated arc radiotherapy for carcinomas of the oro-pharynx, hypo-pharynx and larynx: A treatment planning comparison with fixed field IMRT. Rad and Onc. 2009; 92: 111-117

Yan D, Vicini F et al. Adaptive radiation therapy. Phys. Med. Biol. 1997; 42 (1):123–132.

Yan, Lockman D et al. Computed Tomography Guided Management of Interfractional Patient Variation. Sem Rad Onc. 2005. 15(3):168-179.

Castadot P, Lee JA, Geets X, Grégoire V. Adaptive radiotherapy of head and neck cancer. Sem Rad Onc. 2010; 20: 84-93.




DOI: http://dx.doi.org/10.29384/rbfm.2015.v9.n2.p31-34

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Brasileira de Física Médica



Revista Brasileira de Física Médica - RBFM

ISSN: 1984-9001

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia