Comparação entre Dispositivos Eletrônicos de Imagens Portais e matriz de câmaras de ionização para garantia da qualidade de radioterapia de intensidade modulada

  • Thiago B. Silveira
  • Marília B. Lima
  • Luiz A. R. da Rosa

Resumo

O tratamento utilizando a técnica de radioterapia de intensidade modulada (IMRT) exige um controle de qualidade individual específico. A matriz de detectores é um método bem estabelecido para verificar as distribuições de dose, apesar da relativamente baixa resolução espacial. Uma alternativa em franca ascensão é o uso dos Dispositivos Eletrônicos de Imagens Portais (EPIDs). O objetivo deste trabalho é validar o uso do EPID em função dosimétrica para controle de qualidade de IMRT o comparando com o método previamente utilizado com matriz de câmaras de ionização. Foram analisados dez planejamentos para sítios tumorais e energias diferentes do acelerador linear Trilogy (Varian Medical Systems). Empregou-se a modalidade de IMRT por Sliding-window e as irradiações foram realizadas tanto no EPID quanto no Physikalisch-Technische Werkstätten (PTW) 2D Array seven29. Os softwares utilizados na análise dos dados foram: Verisoft versão 4.0, para os coletados pelo Array, e Eclipse 8.6 com a licença para Portal Dosimetry para as leituras feitas pelo portal. A avaliação da concordância entre as distribuições de dose, planejada e medida, foi feita com base no Índice Gama, com parâmetros de 3% em 3 mm. O EPID mostrou resultados de percentuais de aprovação inferiores em 2,17% na média, além de maiores valores de índice gama médio; mesmo assim corroborou as aprovações de todos os planos analisados. Este fato evidencia a maior sensibilidade do EPID, devido à sua alta resolução espacial de 0,784 mm contra uma resolução de 1,0 cm do Array, o que o torna mais eficaz para identificar variações de dose. O EPID, juntamente com o Portal Dosimetry, mostraram-se ótimas ferramentas para realizar verificações pré-tratamento de IMRT, permitindo ganho significativo na análise das distribuições de dose. Além disto, o EPID apresenta maior praticidade de posicionamento, manipulação das imagens, aquisição e análise dos dados e uma área de detecção 60% maior.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Silveira, T. B., Lima, M. B., & da Rosa, L. A. R. (2015). Comparação entre Dispositivos Eletrônicos de Imagens Portais e matriz de câmaras de ionização para garantia da qualidade de radioterapia de intensidade modulada. Revista Brasileira De Física Médica, 6(2), 25-28. https://doi.org/10.29384/rbfm.2012.v6.n2.p25-28
Seção
Artigo Original