Comparação entre planejamentos de terapia em arco volumétrico modulado para tratamentos de próstata utilizando um ou dois arcos

  • Diego da Cunha Silveira Alves da Silva Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI
  • Guilherme Alexandre Pavan Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI
  • Stela Paltrinieri Nardi Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI
  • Juraci Passos Reis Junior Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI
  • Leandro Rodrigues Fairbanks Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI
  • Ernani Anderson Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI
  • Helio Agusto Salmon Junior Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI

Resumo

O trabalho tem como objetivo avaliar e comparar planejamentos retrospectivos para câncer de próstata presente utilizando a técnica de terapia em arco volumétrico modulado (RapidArcTM – Varian) com um ou dois arcos. Foram replanejados 10 casos de pacientes com neoplasia de próstata presente tendo o volume de tratamento planejado (PTV) entre 296,4 cm3 e 149,6 cm3 com dose prescrita de 78 Gy. Um planejamento matriz foi criado para cada caso buscando o melhor resultado da distribuição de dose no PTV de forma a minimizar a dose nos órgãos de risco, sendo a partir deste, criadas duas cópias para otimização de um e dois arcos. Comparações de dose máxima e mínima, índice de conformidade, homogeneidade e gradiente de dose foram avaliadas no PTV, bem como o tempo do feixe de radiação e a quantidade de unidades monitoras. Os órgãos de risco foram avaliados de acordo com o Radiation Therapy Oncology Group (RTOG 0415) e comparados em ambas as otimizações. Em termos dos índices dosimétricos e as doses nos órgãos de riscos foram semelhantes, porém houve um aumento na quantidade de unidades monitoras e no tempo do feixe de radiação quando utilizada a técnica com dois arcos. Conclui-se que utilizar um arco volumétrico modulado para otimização de neoplasia de próstata presente atinge objetivos dosimétricos semelhantes podendo ser uma opção eficaz para serviços de radioterapia de países em desenvolvimento com grande numero de pacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego da Cunha Silveira Alves da Silva, Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI

Departamento de Radioterapia

Física Médica

Guilherme Alexandre Pavan, Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI

Departamento de Radioterapia

Física Médica

Stela Paltrinieri Nardi, Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI

Departamento de Radioterapia

Física Médica

Juraci Passos Reis Junior, Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI

Departamento de Radioterapia

Física Médica

Leandro Rodrigues Fairbanks, Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI

Departamento de Radioterapia

Física Médica

Ernani Anderson, Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI

Departamento de Radioterapia

Física Médica

Helio Agusto Salmon Junior, Clínicas Oncológica Integrada - Grupo COI

Departamento de Radioterapia

Física Médica

Referências

Instituto Nacional de Câncer (INCA). Estimativa 2014 – Incidência do Câncer no Brasil. Rio de Janeiro: Ministério da Saúde 2013.

Corn BW, Valicenti RK, Mulholland SG. Stage T3 prostate cancer: a nonrandomized comparison between definitive irradiation and induction hormonal manipulation plus prostatectomy. Urology. 1998;51(4):782-7.

Schreiner LJ. On the quality assurance and verification of modern radiation therapy treatment. Journal Med. Phys. 2011;36(4):189-91.

Otto K. Volumetric modulated arc therapy: IMRT in a single gantry arc. Med Phys. 2008; 35(3):310-7.

Amin MB, Bruner DW, Swanson GP, Hunt D, Lee RW, Low D. A phase III randomized study of hypofractionated 3D-CRT/IMRT versus conventionally fractionated 3D-CRT/IMRT in patients with favorable-risk prostate cancer: the study of RTOG 0415. Study Chairs 2007-09.

Oliver M, Gagne I, Popescu C, Ansbacher W, Beckham WA. Analysis of RapidArc optimization strategies using objective function values and dose-volume histograms. Journal Med. Phys. 2010;11(1)10-23.

ICRU: International Comission on Radiation Units and Measurements. Prescribing, Recording and Reporting Photon-Beam therapy (Supplement to ICRU Report 50): the report of ICRU 62. Journal ICRU. 1999;(1).

ICRU: International Comission on Radiation Units and Measurements. Prescribing, Recording and Reporting Photon-Beam Intensity-Modulated Radiation Therapy (IMRT): the report of ICRU 83. Journal ICRU. 2010;10(1).

Publicado
2016-04-07
Como Citar
Silva, D. da C. S. A. da, Pavan, G. A., Nardi, S. P., Junior, J. P. R., Fairbanks, L. R., Anderson, E., & Junior, H. A. S. (2016). Comparação entre planejamentos de terapia em arco volumétrico modulado para tratamentos de próstata utilizando um ou dois arcos. Revista Brasileira De Física Médica, 8(1), 19-22. https://doi.org/10.29384/rbfm.2014.v8.n1.p19-22
Seção
Artigo Original