Estudo Comparativo entre Métodos de Controle de Qualidade de Radioterapia de Intensidade Modulada

  • Noé Ricardo Timm Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre UFCSPA
  • Magali Carvalho Borges Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (ISCMPA) / Hospital Santa Rita (HSR)
  • Mirko Salomón Alva-Sánchez Universidade federal de Ciências da Saúde -UFCSPA
Palavras-chave: controle de qualidade, detectores, dosimetria, IMRT

Resumo

A técnica de Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) utilizada nos tratamentos de diversos sítios, exige um controle de qualidade (CQ) individual e específico devido à complexidade na entrega da distribuição de dose. Para realização de CQ em IMRT são utilizados detectores que visam medidas absolutas ou relativas de valores dose absorvida. O objetivo do presente trabalho foi promover um estudo comparativo dos valores das distribuições de dose de diferentes detectores, com os valores do sistema de planejamento (TPS) e verificar a influência das características dosimétricas na análise dos resultados de aprovação de um planejamento radioterápico. Neste trabalho utilizou-se uma câmara de ionização (CI) CC04, uma matriz de câmaras de ionização 2D – Matrixx Evolution (ambos da IBA Dosimetry) e um Dispositivo Eletrônico de Imagem Portal (EPID). Um acelerador linear Unique (Varian Medical Systems) onde foram realizados 81 CQ de planejamentos de próstata, com a CC04 e o Matrixx, envolvidos sob placas de água sólida. Por meio do detector EPID foram realizados 87 CQ na posição do gantry, mesa e colimador a zero grau, porém, com a mesma fluência do plano original. As análises dos valores de dose pontual absoluta obtidas com a CI e o Matrixx, mostraram um desvio médio percentual de -1,4% e 1,75%, respectivamente, quando comparados com os valores do TPS. As distribuições planares de dose foram comparadas por meio da função do índice gama, com critérios de 3% de diferença de dose e 3mm de distância para concordância. Com o Matrixx utilizou-se diferentes resoluções para as comparações, obtendo-se assim, médias de aprovação de pontos entre 98,37 e 99,18%. Quanto ao EPID essa média foi de 99,8% dos pontos. Apesar dos resultados obtidos com os detectores em estudos se mostrarem próximos nas avaliações de dosimetria absoluta e relativa, estas são complementares entre si, não devendo ser dissociadas.  Esses valores mostraram conformidade com os valores encontrados na literatura, garantindo assim a confiabilidade na realização de CQ em IMRT dos planejamentos radioterápicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Noé Ricardo Timm, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre UFCSPA
Físico Residente em Física Médica de Radioterapia UFCSPA
Magali Carvalho Borges, Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (ISCMPA) / Hospital Santa Rita (HSR)

Física especialista em física médica de radioterapia

Chefe da Física Médica do Serviço de Radioterapia do Hospital Santa Rita -HSR / ISCMPA

Mirko Salomón Alva-Sánchez, Universidade federal de Ciências da Saúde -UFCSPA

Departamento de Física Médica

Prof. Dr. Coordenador da Residência Uniprofissional em Física Médica ênfase em Radioterapia

Referências

Instituto Nacional do Câncer (INCA), Programa de Garantia de Qualidade em Radioterapia (PQRT). Rio de Janeiro, 1999. [Acessado em 15/10/2016] Endereço http://www1.inca.gov.br/pqrt/.

Bortfeld T., Boyer A. L., Schlegel W., Kahler D. L., Waldron T.J. “Realization and verification of three-dimensional conformal radiotherapy with modulated fields” J. Radiot. Oncol.30, 899-908, 1994.

Watanabe, E.Y., “Avaliação do Dispositivo Eletrônico de Imagem Portal “portal dosimetry” no Controle de Qualidade de Radioterapia de Intensidade Modulada”. [Dissertação Mestrado em Ciências], São Paulo, IPEN/USP, 2012.

Low D.A., Moran J.M., Dempsey J.F., Dong L., Oldham M. “Dosimetry tools and techniques for IMRT” Report Task Group 120, AAPM, Medical Physics 38, (3), 2011.

LAVOR, M. “Avaliação das Ferramentas de Controle de Qualidade para Pacientes Submetidos ao IMRT” [Dissertação de Mestrado], São Paulo, IPEN/USP, 2011.

Sanchez-Doblado. F., Hartmann, G.H., Pena J., Capote R., Paiusco M., Rhein B., Leal A., and Lagares J.I. “Uncertainy Estimation in Intensity Modulated Radiotherapy Absolute Dosimetry Verification”. Int. J. Radiat. Oncol.

Biol. Phys. 68, 301-310, 2007.

Silveira T.B, Lima M.B, Rosa L.A.R. “Comparação entre Dispositivos Eletrônicos de Imagens Portais e Matriz de Câmaras de Ionização para Garantia da Qualidade de Radioterapia de Intensidade Modulada”. Revista Brasileira de

Física Médica, 6(2):25-8, 2012

SOUZA, R. S. “Desenvolvimento de um Sistema para

Controle de Qualidade em Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT)”. UFRJ, Rio de janeiro, RJ, 2012.

Varian Medical System. “Reference Guide for Portal Dosimetry, 2005”. [Acessado em 15/10/2016] Endereço: https://pt.scribd.com/document/327330182/Portal-Dosimetry-Reference-Guide

Varian Medical Systems “Guia de Especificações”, 2006. [Acesso em 15/10/2016] Endereço: http://www.behestandarman.com/varian%20products/Portal%20Image/

IBA Dosimetry – “User´s Guide” – Omnipro-I´mRT, System Version 1.7b 2010.

TEC DOC 1151: aspectos físicos da garantia da qualidade em radioterapia. Rio de Janeiro: INCA, 2000.

ICRU Report 50: Prescribing, Recording an Reporting Photon Beam Therapy. Bethesda, MD: International Commission on Radiation Units and Measurements, 1993.

ICRU Report 83: Prescribing, Recording, and Reporting Photon-Beam Intensity-Modulated Radiation Therapy (IMRT), Journal of the ICRU, 10: 1-106, abr. 2010.

Ezzel A. G et all. IMRT commissioning: Multiple institution planning and dosimetry comparisons, a report from AAPM Task Group 119., Medical physics, 2009.

IAEA Technical Report Series Nº 398 Absorbed dose determination in external beam radiotherapy: Na international code of pratice for dosimetry based on standards for absorbed dose to water. International Atomic Energy Agency, Vienna, Austria, 2000.

Publicado
2018-12-13
Como Citar
Timm, N. R., Borges, M. C., & Alva-Sánchez, M. S. (2018). Estudo Comparativo entre Métodos de Controle de Qualidade de Radioterapia de Intensidade Modulada. Revista Brasileira De Física Médica, 12(1), 16-21. https://doi.org/10.29384/rbfm.2018.v12.n1.p16-21
Seção
Artigo Original