Impacto de Erros Mecânicos e de Posicionamento do Detector na Dosimetria de Referência para Feixes em Modo FFF

Autores

  • Gustavo Costa Panissi Barretos Cancer Hospital http://orcid.org/0000-0001-6088-3368
  • André Vinícius Camargo Barretos Cancer Hospital
  • Bruno Alvares Centro de Oncologia Integrado - COI
  • Diego Cunha Silveira Alves da Silva Barretos Cancer Hospital
  • Guilherme Pavan Barretos Cancer Hospital
  • Gustavo Donisete Fioravante Barretos Cancer Hospital
  • Lucas Francisco Carmello Guimarães Barretos Cancer Hospital
  • Milena Giglioli Barretos Cancer Hospital
  • Thafarel Machado Quaresma Barretos Cancer Hospital

DOI:

https://doi.org/10.29384/rbfm.2018.v12.n2.p7-13

Palavras-chave:

Radioterapia, Dosimetria, Feixe FFF

Resumo

A implementação de novas tecnologias em radioterapia passou a aumentar o nível de exatidão exigido nos tratamentos. A calibração do feixe em dose absorvida na água é um importante indicador da acurácia na entrega da dose, já possuindo uma incerteza associada em suas medidas. O uso de feixes em modo FFF vem ganhando espaço em técnicas modernas, e devido a seus aspectos singulares, requerem uma melhor avaliação dos desvios envolvidos nesse processo de calibração. Diante disso, o trabalho procurou avaliar tais incertezas simulando erros de setup mecânicos e de posicionamento do detector, para diferentes configurações de feixe, taxa de dose e câmara de ionização. A análise foi feita de forma relativa, baseada no desvio percentual entre as leituras de carga fora e dentro das condições de referência. Os resultados foram apresentados sob três pontos de vista, fixando uma das variáveis de configuração e avaliando o maior desvio percentual obtido dentro de cada parâmetro. Ao final, foi feita uma avaliação geral do maior desvio obtido em cada parâmetro para todas as configurações de feixe, taxa de dose e detector. Os desvios em parâmetros mecânicos atingiram valores abaixo de 1,5%, dentro dos limites toleráveis, porém altamente influenciados pelo volume do detector utilizado e pelo feixe. Erros de posicionamento do detector foram os mais afetados, com valores acima de 2,0% e atingindo seu maior valor para erros verticais (3,6%). O perfil do feixe, a sensibilidade da câmara, a influência de fatores ligados à curva de PDP e influências no fator de recombinação iônica (Píon) ajudaram a explicar tais desvios. Com isso, ficou clara a importância de um controle de qualidade rígido em equipamentos que operam sob tal configuração, e os cuidados redobrados que devem ser tomados na montagem do setup experimental para a dosimetria de referência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Costa Panissi, Barretos Cancer Hospital

- Supervisor de Proteção Radiológica - Radioterapia

- Residência em Física Médica da Radioterapia - Barretos Cancer Hospital;

Bacharel em Física Médica (USP);

 

Referências

David Thwaites. Accuracy required and achievable in radiotherapy dosimetry: have modern technology changed our views? Journal of Physics: Conference Series 444, 2013.

Klein EE, Hanley J, Bayouth J, Yin FF, Simon W, Dresser S. Task Group 142 Report: Quality Assurance of Medical Accelerators; American Association of Physicists in Medicine, 2009.

Andreo P, Burns DT, Hohlfeld K, Huq MS, Kanai T, Laitano F. International Atomic Energy Agency (IAEA). Absorbed Dose Determination in External Beam Radiotherapy. Technical Report Series n. 398. Vienna; IAEA; 2000.

Kry SF, Popple R, Molineu A, Followill DS. Ion recombination correction factors (P¬ion) for Varian TrueBeam high-dose-rate therapy beams. Journal of Applied Clinical Medical Physics, Vol 13, N. 6, 2012.

McEwen M, DeWerd L, Ibbott G, Followill D, Rogers DWO, Seltzer S et al. Addendum to the AAPM’s TG-51 protocol for clinical reference dosimetry of high energy photon beams. American Association of Physicists in Medicine, 2014.

Ruggieri R, Naccarato S, Stavrev P, Syavreva N, Pasetto S, Salamone I et al. Correction for intra-chamber dose gradients in reference dosimetry of flattening-filter-free MV photon beams. American Association of Physicists in Medicine, 2016.

Xiao Y, Kry SF, Popple R, Yorke E, Papanikolaou N, Stathakis S et tal. Flattening Filter-Free Accelerators: a report from the AAPM Therapy Emerging Technology Assessment Work Group. Journal of Applied Clinical Medical Physics, Vol 16, n. 3, 2015.

Radicchi LA, Baptista LS, Silva PPCE. Influence analyzes of the variations on quality control parameters in determination of absorbed dose in water. Revista Brasileira de Física Médica, 4(1); 27-30; 2010.

Downloads

Publicado

2018-12-20

Como Citar

Costa Panissi, G., Vinícius Camargo, A., Alvares, B., Cunha Silveira Alves da Silva, D., Pavan, G., Donisete Fioravante, G., Francisco Carmello Guimarães, L., Giglioli, M., & Machado Quaresma, T. (2018). Impacto de Erros Mecânicos e de Posicionamento do Detector na Dosimetria de Referência para Feixes em Modo FFF. Revista Brasileira De Física Médica, 12(2), 7–13. https://doi.org/10.29384/rbfm.2018.v12.n2.p7-13

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)