Simulador de Medidor de Atividade para Práticas de Ensino

  • Daniele Gonçalves Mesquita Universidade Federal do Rio Grande
  • Aline Guerra Dytz Universidade Federal do Rio Grande
Palavras-chave: física médica, medicina nuclear, proteção radiológica

Resumo

A partir da necessidade de capacitar profissionalmente os estudantes de Física Médica, foi desenvolvido um simulador de medidor de atividade. Este simulador tem como objetivo auxiliar no treinamento dos testes de controle de qualidade para a rotina em Medicina Nuclear sem haver qualquer possibilidade de exposição e/ou contaminação por radiação ionizante. O protótipo para simular um medidor de atividade utiliza uma fonte luminosa para simular parâmetros análogos à fonte radioativa. A analogia principal se baseia em relacionar a intensidade luminosa com a atividade de uma fonte radioativa, sendo uma grande intensidade luminosa correspondente a uma alta atividade de um radioisótopo. Para implementação, foram realizadas programações com placa Arduino UNO, na qual, por meio da programação do código junto ao circuito eletrônico, executou-se o decaimento de intensidade luminosa em um LED RGB, que produz três cores com intensidades iniciais diferentes. Cada cor é análoga a um radionuclídeo comumente utilizado nos serviços de Medicina Nuclear, e assim, cada cor reduz sua intensidade luminosa de acordo com o tempo de meia vida correspondente. Os resultados obtidos através da utilização da placa Arduino UNO garantiram o comportamento da intensidade luminosa das fontes de acordo com a mesma função matemática que descreve o decaimento radioativo. A aplicação deste protótipo pode ser realizada no ensino e aprendizagem de estudantes no que diz respeito aos procedimentos de testes de controle de qualidade análogos aos realizados em medidores de atividades convencionais. O protótipo também pode auxiliar no ensino da metrologia das radiações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniele Gonçalves Mesquita, Universidade Federal do Rio Grande
Bacharela em Física com Ênfase em Física Médica pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG (2017). Atuou como bolsista de pesquisa nos seguintes projetos: 1)Estudo da Viabilidade do Uso do Plasma DBD Produzido no Laboratório de Plasma Tecnológico do Imef/FURG na Prevenção da Doença Enxerto-Versus-Hospedeiro Associada à Transfusão; 2) Implementação de Atividades Associadas ao Ensino e à Pesquisa em Física Aplicada à Medicina e Biologia no Laboratório de Física Médica do IMEF. Participou como Administradora Executiva do Diretório Acadêmico da Física "César Lattes" e como representante discente do curso de Física Bacharelado no Conselho do Instituto de Matemática, Estatística e Física - IMEF. Atualmente discente no curso de Graduação em Física Licenciatura e no Programa de Pós Graduação em Física, ambos na Universidade Federal do Rio Grande. Possui interesses nas áreas de Radiobiologia, Medicina Nuclear e no Ensino e Profissionalização em Física Médica.
Aline Guerra Dytz, Universidade Federal do Rio Grande
Possui graduação em Física pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1996) e doutorado em Ciências da Tecnologia Nuclear (Aplicações) pela Universidade de São Paulo (2001). Atualmente é professora Universidade Federal de Rio Grande - FURG como professora associada iv . Tem experiência na área de Engenharia Nuclear, com ênfase em Aplicações Industriais de Radioisótopos, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de física, fisica medica e ensino de física médica, controle de qualidade em radiologia diagnostica e protecao radiologica.

Referências

Comissão Nacional de Energia Nuclear. Diretrizes Básicas de Proteção Radiológica. CNEN NN 3.01 (Resolução CNEN 164/14); Rio de Janeiro: 2014.

Comissão Nacional de Energia Nuclear. Requisitos de Segurança e Proteção Radiológica para Serviços de Medicina Nuclear. CNEN NN 3.05 (Resolução CNEN 159/13); Rio de Janeiro: 2013.

Mesquita DG. Simulações para Testes de Controle de Qualidade para Medidores de Atividade Utilizados em Medicina Nuclear. Anais da 16ª MOSTRA DE PRODUÇÃO UNIVERSITÁRIA, Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande: 2017.

Mesquita DG. Utilização do Simulador de Medidor de Atividade nas Práticas de Ensino em Medicina Nuclear. Anais da 17ª MOSTRA DE PRODUÇÃO UNIVERSITÁRIA, Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande: 2018.

Thrall J, Ziessman H. Medicina Nuclear. 2ª ed Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003.

Mesquita DG. Simulador de Medidor de Atividade para Metrologia das Radiações. Trabalho de Conclusão de Curso em Física Bacharelado. Rio Grande: Universidade Federal do Rio Grande, 2017.

Publicado
2019-12-30
Como Citar
Mesquita, D. G., & Dytz, A. G. (2019). Simulador de Medidor de Atividade para Práticas de Ensino. Revista Brasileira De Física Médica, 13(3), 53-59. https://doi.org/10.29384/rbfm.2019.v13.n3.p53-59
Seção
Artigo Original